Social Icons

Featured Posts

terça-feira, 21 de outubro de 2014

GANDU – Vendedores autônomos do “Feiraguay”, recorrem ao legislativo – Parte l



Na sessão ordinária desta segunda (20), o presidente da Associação dos vendedores Autônomos de Gandu, senhor José Antônio Lima, mas conhecido por Neném da eletrônica, fez uso da tribuna livre da câmara de vereadores, a fim de esclarecer o fato de terem sido notificados pela justiça, para desocupar o local onde trabalham desde 1997. O local ao qual se refere o comerciante trata-se da “feiraguai”, que foi desapropriado no inicio do governo do ex-prefeito Antônio Carlos Farias Nunes (Zebrão), que desapropriou um terreno que se encontrava baldio no centro da Cidade, de propriedade do empresário Admir Andrade, para solucionar o problema dos vendedores ambulantes, que ocupavam Ruas e calçadas para expor seus produtos, transformando em um centro comercial. Na época, o empresário não aceitou o valor pago pelo município, tendo entrado na justiça para reaver o terreno.
Segundo o presidente da Associação, sem que ninguém tivesse conhecimento, no ano de 2004, o então prefeito Manoel Dantas Cardoso (Neco PP), baixou um decreto revogando e desistindo da desapropriação. No dia 16 de junho do ano em curso, um oficial de justiça os procurou com uma ordem judicial, para que a área fosse desocupada, o que causou surpresa a todos. Como alternativa, o atual governo os ofereceu, a Rua que fica por traz da Castro Alves e ao lado da loja Canal da Moda (extinta lojas Brasil).
Durante o pronunciamento, alguns vereadores fizeram intervenções ao comerciante. Adriano Costa (PCdoB) tentou amenizar a situação, ao afirmar que participou de uma reunião juntamente com os ambulantes, o atual prefeito Ivo Peixoto (PCdoB) e o proprietário do terreno, onde o gestor e o senhor Admir Andrade, deixou alternativas para os ambulantes, o que   foi contestado por um diretor da entidade que estava na plateia, o senhor Antônio Luiz, conhecido por Baixinho do Paraguai, se dirigiu a tribuna e afirmou de que o acordo teria sido forçado e, que o prefeito Ivo teria afirmado de que ele não teria interesse em desapropriar a área novamente e que não teria nenhuma responsabilidade sobre o assunto, por não ter sido criado em sua gestão.  Sabiamente, Baixinho afirmou que, o problema é do município, cabendo ao prefeito que esteja no comando, à responsabilidade sim e, não ficar os jogando de um canto para o outro.


Continua...

GANDU – Vendedores autônomos do “Feiraguay”, recorrem ao legislativo – Parte ll



Por sua vez, o líder do governo na câmara, Emetério palma (PCdoB), fez uso da palavra demonstrando preocupação com a classe, mas ressaltou que o mais importante, foi que o gestor resolveu o problema, ao garantir que irá construir 12 Box e um banheiro na Rua que fica ás margens do Rio Gandu. Já o vereador Junior Umburanas (PTN), entende que os ambulantes devem sim, serem amparados, pelo poder público, mas que o ideal seria continuarem no local onde se encontram há, mas de 17 anos. Segundo o parlamentar, o isolamento desta Rua, poderá causar um maior problema no trânsito, já que a Rua onde serão construídos os Box, além de ser estreita, serve como uma válvula de escape para os transeuntes que querem se dirigir para Bairros como o polivalente, por exemplo, sugerindo o outro lado Cais, que fica em frente à cooperativa.
Na sequencia, o vereador Gil Calheira (PSC), foi ainda mais contundente ao lembrar aos colegas, de que o Rio Gandu, que muitos acham que está morto, quando é tempo de cheias, as águas invade a referida Rua, o que poderá no futuro, causar um problema ainda maior para os comerciantes. Para Calheira, a melhor maneira de resolver esta demanda, seria a continuidade no local onde já estão instalados há mais de uma década, cabendo ao executivo, providenciar a desapropriação da área, por se tratar de uma ação de utilidade pública, como vem procedendo em outras áreas do município, como aconteceu para que fosse “construído” um campo alternativo e algumas cascalheiras, mas que se os comerciantes acham que ali seria um local apropriado que venha atender seus anseios, que estará à disposição para votar a favor do projeto quando chegar a casa.  Para finalizar, os representantes da Associaçãoi, agradeceu o espaço cedido pelo presidente Uziel Barreto (PROS) e o apoio dos demais pares.
Certo é que, para tentar solucionar um problema sem que seja preciso se indispor com um aliado político, o prefeito Ivo Peixoto, poderá está criando outro ainda maior, ao isolar uma Rua no centro da Cidade. Nós enquanto cidadão ganduense, torcemos para que nossos amigos comerciantes, não fiquem desamparados. De modo que estes pais e mães de família tiram seus sustentos através deste segmento comercial, além de gerar emprego e renda para o município.




Proprietário do terreno onde está instalado o “Feiraguay” participou dos últimos três governos



A verdade é uma só, tanto os vendedores ambulantes, quanto os vereadores, se omitiram de falar o que todos têm conhecimento, nós que estávamos na plateia assistindo a sessão, ficamos com a língua coçando, só não nos pronunciamos, por não ser permitido por lei. Vamos aos fatos:
O ex-prefeito Antônio Carlos F. Nunes (Zebrão), foi o único neste período de 17 anos, á agir da forma como deve agir um gestor público, os demais apenas atenderam as reivindicações de um “aliado” político. O proprietário da área que mede 248 metros quadrados no centro da Cidade, o honrado senhor Admir Andrade, foi oposição ao governo de Zebrão, por ter sido um dos coordenadores da campanha da então candidata Renilda Souza na eleição de 1996, onde Zebrão foi vitorioso, com isso não teria nenhum interesse em ver o sucesso daquele governo. Por ser destemido e, não chegar a um acordo com seu opositor, Zebrão usou suas prerrogativas de prefeito e desapropriou judicialmente, por si tratar de uma ação de utilidade pública. Já no governo do ex-prefeito Manoel Dantas Cardoso (Neco PP), Admir Andrade, participou ativamente da campanha eleitoral no ano de 2000, sendo nomeado Secretário da saúde posteriormente, talvez tenha sido este motivo que “convenceu” o então gestor Neco, á desistir da desapropriação, por se tratar de uma pessoa que ele julgava ser um dos seus maiores aliados. No entanto, em determinado momento, Admir Andrade, rompeu com Neco, indo fazer parte do grupo da candidata da oposição na época, à médica Dra. Irismá, que é esposa do seu tio. Com a vitória de Irismá Silva (PCdoB), Admir Andrade, voltou a ser nomeado secretário de governo, desta feita como chefe do gabinete do executivo.
Com a eleição do atual prefeito Ivo Peixoto (PCdoB), que foi apoiado pelo governo de Irismá, Ademir Andrade, continua fazendo parte do grupo que se encontra no poder, apesar se não ocupar nenhuma secretaria, existe cargo no governo indicado pelo mesmo.
Desta forma como é que alguém espera que o prefeito Ivo Peixoto vá desapropriar esta área, pelo contrário, está agindo da mesma forma que agiu o ex-prefeito Neco Kanguçu, apenas protegendo um aliado.



Gandu – Mais uma obra tocada a passo de tartaruga



Ao se aproximar as eleições, o prefeito Ivo Peixoto (PCdoB), autorizou a derrubada de arvores e parte da Praça São José, para que no lugar venha a ser construído um estacionamento. A obra iniciou-se na Avenida Getúlio Vargas (em frente ao Hospital Nelson David Ribeiro), mas logo após as eleições ficou uma semana parada, assim logo veio os comentários, alguns diziam que teria sido por falta de pagamento aos operários, por parte da empresa responsável, outros afirmavam que a prefeitura não estaria repassando as verbas para a empresa.
Na semana passada, no entanto, mesmo com o “freio de mão” puxado, os serviços voltaram a serem executados. De modo que nesta segunda (20), exatamente as 10:30 (dez horas e trinta minutos) da manhã, presenciamos a obra deserta e com o os maquinários parados, prova de que em mais uma oportunidade, a obra foi interrompida e, ainda não se sabe ao certo quais os motivos. 

Com a palavra, a empresa Santiago de Nova Ibiá e a prefeitura municipal. 

Gandu – Caçamba presta serviços ao município, com propaganda eleitoral irregular.




Nesta segunda (20), flagramos uma caçamba que é locada a prefeitura, prestando serviços ao município e, ao mesmo tempo fazendo propaganda eleitoral para os candidatos do PT, que são apoiados pelo prefeito Ivo Peixoto (PCdoB). O veiculo estava carregado de manilhas na área interna do espaço onde funciona a secretaria de obras. Populares que se encontravam próximo ao local nos informaram de que o veiculo seria de propriedade do empresário Enéas Santos, que fornece materiais de construção para o município, sendo que o condutor seria o ex-vereador Josenias Silva, que é detentor de cargo comissionado e, pai do empresário.
Esta é mais uma prova de que o atual governo se acha á cima de qualquer situação, inclusive da lei eleitoral, que infelizmente vem sendo burlada desde a campanha do 1º turno.


Ganduense tentou suicidar-se após fim de relacionamento



Antonio de Jesus da Silva, conhecido como Líu de 34 anos, tentou se suicidar neste domingo (19). A vítima mora na Avenida Manoel Chaves, no São Caetano, em cima do restaurante Rubens Bar. Segundo informações, a mulher da vítima teria rompido o relacionamento e ele não aceitava e acabou tentando se matar, por enforcamento. Socorrido pelo SAMU e, encaminhado para o hospital de Base de Itabuna.


Informações e foto: Vermelhinho 

Gandu – Mesa redonda com Blogueiros foi adiada





A mesa redonda com os blogueiros; Zebrão (Blog do Zebrão), Bozó (Blog do Bozó) e André Pavel (Gandu Noticias), que seria realizada nesta quarta (22), durante o programa crítica e autocrítica da Gandu FM, foi adiada para a próxima semana, devido o falecimento do pai do redator do Blog do Zebrão. 

Em contato com os participantes, o comunicador Luiz Fernando explicou a situação, o que foi entendido por todos.

Pesquisa CNT: Dilma tem 50,5%; Aécio, 49,5%



Pesquisa CNT/MDA divulgada na manhã desta segunda-feira, 20, mostra a candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT) em situação de empate técnico com o tucano Aécio Neves. De acordo com o primeiro levantamento da entidade sobre a disputa no segundo turno, a petista aparece numericamente à frente, com 50,5% das intenções de votos válidos contra 49,5% do candidato do PSDB à Presidência da República.
Em votos totais, Dilma aparece com 45,5% e o candidato do PSDB tem 44,5%. O levantamento mostra que os votos brancos e nulos somam 5,7% e que os eleitores que não sabem ou não responderam são 4,3%. A margem de erro é de 2,2 pontos porcentuais para mais ou para menos. O levantamento realizou 2.002 entrevistas entre os dias 18 e 19 de outubro em 137 municípios de 25 unidades da federação das cinco regiões. A pesquisa foi registrada no TSE sob o número BR-01139/2014.
Ainda de acordo com a pesquisa, Dilma registrou potencial de voto de 57,4%, enquanto o candidato do PSDB alcançou 55,8%. Ao todo, 38,1% disseram que Dilma é a única em quem votariam e outros 19,3% poderiam votar nela. Aécio, por outro lado, teve 34 4% dos entrevistados que afirmaram que o tucano é o único que votaria e outros 21,4% é um candidato em que poderia votar.
Ao todo, 40,7% dos entrevistados disseram que não votariam em Dilma de jeito nenhum e apenas 0,2% disseram que não a conheciam não sabiam quem ela é ou nunca ouviram falar. Por outro lado, 41% disseram que não votariam em Aécio de jeito nenhum e outros 1,1% afirmaram que não o conheciam, não sabem quem é e nunca ouviram falar dele.

Escreve Agencia Estado

Ao menos 9 pesquisas serão divulgadas nesta semana



Na reta final da campanha, pelo menos nove pesquisas eleitorais para presidente serão divulgadas nesta semana. Os levantamentos foram registrados no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pelos Institutos Ibope, Datafolha, Vox Populi e Sensus. A pesquisa Ibope/Estadão/Globo deve ser divulgada às 18 horas de quinta-feira (23). Devem ser entrevistados 3.010 eleitores e o número do registro é BR-01168/2014. O instituto também deve divulgar um levantamento no sábado, véspera da eleição. Já o Datafolha deve divulgar quatro pesquisas esta semana. Uma prevista para hoje, com 4.400 eleitores, registrada sob o protocolo BR-01140/2014. Outro levantamento terá período de coleta na terça-feira (21) e pode ser divulgado a partir do fim do dia pelo contratante, o jornal Folha de S. Paulo. O número de entrevistas também é 4.400. A sondagem foi protocolada sob o registro BR-01160/2014.
O terceiro levantamento do Datafolha, que deve ser divulgado na quinta-feira (23), tem período de coleta no mesmo dia e foi contratado pela Rede Globo e pelo jornal Folha de S.Paulo. A previsão é de 9.978 eleitores entrevistados. O número de protocolo é BR-01162/2014. O instituto, assim como o Ibope, também divulgará uma pesquisa no sábado. O Vox Populi tem duas pesquisas previstas. Uma na noite desta segunda-feira, com 2.000 eleitores entrevistados entre 18 e 19 de outubro, contratada pela Rede Record. O registro é BR-01136/2014. Outra deve ser feita e divulgada no sábado (25) com o mesmo número de eleitores e o mesmo contratante. O registro é BR-01185/2014.
A Corte eleitoral recebeu ainda o registro de sondagem a ser feita pelo Instituto Sensus, com coleta prevista entre terça (21) e sexta-feira (24). Com 2 mil entrevistas, a pesquisa deve ser divulgada pela revista IstoÉ, a partir de sexta. O protocolo é BR-01166/2014. Ibope e Datafolha também podem divulgar levantamentos para governador em diversos Estados. Pelo Ibope, estão previstas sondagens no Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás, Distrito Federal, Roraima, Amapá, Amazonas, Paraíba, Mato Grosso do Sul, Acre, Ceará, Pará e Rio Grande do Norte. Pelo Datafolha, as pesquisas devem abranger Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Ceará e Distrito Federal.

Escreve Agencia Estado


Padre Marcelo Rossi pede para que eleitor não vote em líder religioso



O padre Marcelo Rossi declarou em entrevista ao site Terra, que “é totalmente contra” a candidatura de religiosos, seja um padre da Igreja Católica ou pastor das entidades protestantes. “Ou você é um líder religioso, ou você é um líder político. Pode colocar minhas palavras: ‘Nunca vote em nenhuma pessoa religiosa’”, sugere o líder católico. Ele justifica que a pior fase da Igreja Católica foi quando viveu a união de Estado, política e religião. “Pode ver que a Igreja Católica é a única que não tem candidato (atualmente)”, argumenta. “Eu tenho medo. A pior coisa é fanático. Fuja dessas pessoas, que são as mais perigosas e as que se corrompem mais facilmente”, continuou o padre. Apesar de a Igreja Católica não ter declarado voto em nenhum candidato, a principal entidade representante da instituição, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) assume posições, como a defesa pela reforma política.