Social Icons

Featured Posts

sábado, 25 de outubro de 2014

Reflexão - Aprender a Arte da Superação



O mundo está nas mãos daqueles que têm a coragem de sonhar e de correr o risco de viver seus sonhos
Saia da toca todos os dias. Um campo de sonhos aguarda você
Mais importante do que dar a martelada é saber onde bater com o martelo
Ah! Não me diga que concorda comigo! Quando as pessoas concordam comigo, tenho sempre a impressão de que estou errado
Lembre-se sempre de que o seu mundo é criado na sua cabeça
Se fechar a porta para todos os erros, estará excluindo a verdade
A insatisfação é o primeiro passo para o progresso de um homem ou de uma nação
Prefiro ser considerado louco, num mundo onde os normais constroem sua própria destruição
Vivo de esboços não acabados e vacilantes. Mas equilibro-me como posso, entre mim e eu, entre mim e os homens, entre mim e Deus
Na beira de um precipício, a melhor maneira de ir para frente é dando um passo para trás.
O inimigo mais poderoso que você ira encontrar será você mesmo



Paulinho Santos concede entrevista e fala de novos desafios



O ex-comunicador de rádio, Paulinho Santos, que trabalhou nas duas emissoras de rádio em Gandu, concedeu uma entrevista via telefone ao comunicador Luiz Fernando da Gandu FM, durante o programa critica e autocritica, na ultima quinta feira (23). Paulinho aproveitou a oportunidade, para matar um pouco da saudade destes 04 meses longe de familiares e amigos.
O locutor que fez histórias no rádio ganduense, está agora desenvolvendo uma atividade no ramo de festas e eventos na capital do estado, através da empresa “Colmeia festas”, que conta com um estande no Salvador Shopping.

Desejamos ao nosso amigo, sucesso nesta nova etapa da sua vida profissional.


No último debate, Dilma e Aécio repetem estratégias – Parte l



Apesar do prenúncio no primeiro bloco de um debate pautado por temas polêmicos, o último encontro entre os presidenciáveis Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT) foi marcado por estratégias utilizadas anteriormente pelos rivais. Nesta sexta-feira 24, durante o último debate antes do segundo turno, realizado nos estúdios da TV Globo no Rio de Janeiro, Aécio e Dilma retomaram assuntos como corrupção, educação, previdência e inflação. O primeiro bloco, no entanto, destoou do restante do encontro. Ao citar denúncia trazida pela revista Veja e comentários negativos da revista Istoé, Aécio perguntou a Dilma se ela e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabiam de esquemas de corrupção na Petrobras. Dilma criticou as publicações e acusou as revistas de manipulação. “Essa revista que fez e faz sistematicamente oposição a mim faz uma calúnia e difamação do porte que ela fez hoje, e o senhor endossa?. A revista Veja não apresenta nenhuma prova e tem o hábito de na reta final tentar dar golpe eleitoral. E isso não é a primeira vez: também fez isso em 2002, 2006, 2010 e agora em 2014”, disse.
Outro tema polêmico foi sobre a construção do Porto de Mariel, em Cuba, com financiamento do BNDES. “Sabemos da absoluta carência de infraestrutura do País. Seu governo optou por financiar a construção do porto em Cuba, gastando bilhões, enquanto nossos portos estão aguardando investimento”, criticou Aécio. “Consegui um documento hoje que afirma que esse tipo de empréstimo normalmente leva dez anos. Esse levou mais de vinte. É justo com o dinheiro brasileiro fazer negócios com um governo que não respeita nem a democracia?”.
Dilma rebateu as críticas lembrando que o governo financiou uma empresa brasileira (Odebrecht) que gerou empregos. “O governo FHC financiou empresas brasileiras a exportar e colocar empresas brasileiras tanto na Venezuela quanto em Cuba. Não entendo este estarrecimento”, disse Dilma. Tanto no primeiro bloco quanto no terceiro, nos quais os candidatos faziam perguntas um ao outro, com direito a réplica e tréplica, enquanto o ex-governador de Minas Gerais repetia que Dilma buscava reescrever a história, a petista quase sempre começava uma resposta dizendo que o peessedebista estava “mal informado”.

Além disso, sempre que podia, Dilma insistia em comparar sua gestão e a de Lula ao governo Fernando Henrique Cardoso, do mesmo partido de Aécio. Depois de ser criticada por ser “a única presidente depois do Plano Real a deixar a inflação maior do que encontrou”, Dilma afirmou que quem deixou inflação maior do que recebeu foi o governo FHC. A presidenta acusou ainda os tucanos de repassarem a crise econômica para as costas do povo: “Vocês deixaram o Banco do Brasil com grave dívida. Quebrou a Caixa, o BNDES. E jogaram a crise nas costas do povo brasileiro: com desemprego e baixos salários”, afirmou.

No último debate, Dilma e Aécio repetem estratégias – Parte ll



No segundo bloco, os candidatos foram questionados por eleitores indecisos, que fizeram suas perguntas diretamente aos presidenciáveis. No geral, optaram pelas respostas generalistas e ensaiadas em vez de se aterem ao problema levantado pelos indecisos. Os temas educação, aluguel e previdência foram abordados, assim como corrupção. Dilma reconheceu que a lei contra corrupção no Brasil não é dura o suficiente. “A lei é branda. E quando a lei é branda, você investiga e na hora de punir o criminoso se evade. Por isso eu propus algumas questões: transformar em crime eleitoral o caixa 2; a pessoa que enriquece sem declarar origem do bem, perde o bem; criar instância dentro do tribunal para julgar crimes de colarinho branco. Isso significa que vamos ter conjunto de medidas para que haja punição para aquele que foi o corrupto e o corruptor. Eu tenho orgulho de a Polícia Federal no meu governo investigar”.
No terceiro bloco, Dilma confrontou a gestão do governo de Geraldo Alckmin (PSDB) em São Paulo e perguntou se a crise da falta de água não é uma questão de falta de planejamento. “Houve e, segundo o TCU, no seu governo. O governo de São Paulo, diferente do governo federal, fez o que estava nas suas mãos”, rebateu Aécio. “A população de São Paulo decidiu quem estava com a razão. Infelizmente, não tivemos a parceria com a ANA (Agência Nacional de Águas). Esse aparelhamento da máquina pública é a face mais perversa do seu governo e do governo
anterior. As pessoas colocadas ali não foram por qualificação, mas por indicação”. Dilma reiterou a má gestão do governo tucano em São Paulo e lembrou que água é responsabilidade do estado. “Não planejar no maior estado do Brasil é gravíssimo. O senhor vai me desculpar, mas eu vou concordar com o humorista José Simão. Vocês estão levando o estado para ter o programa Meu Banho, Minha Vida”, disse a presidenta, arrancando risos e vaias da plateia. Aécio respondeu dizendo que a ausência de planejamento não é uma vergonha nos estados mais ricos, mas em todas as regiões. Além disso, afirmou que a falta de planejamento é uma marca do governo Dilma e citou as inacabadas obras de transposição do rio São Francisco e da Transnordestina.
No último bloco, os eleitores indecisos voltaram a fazer perguntas. Questionaram os dois sobre violência urbana, drogas, a falta de saneamento básico e sobre a empregabilidade de pessoas mais velhas. Mais uma vez, receberam respostas pouco conectadas aos casos reais citados pelos eleitores durante o questionamento.


Escreve Poder & Política 

ILHÉUS: Cantor Moreno dá entrada em Hospital com supostos ferimentos feitos com faca



Deu entrada na manhã desta sexta-feira (24), no Hospital Regional de Ilhéus, o cantor Moreno do Kaprixo, vítima de uma suposta tentativa de homicídio feita pela sua própria esposa. Algumas fotos do cantor ferido no Hospital foram publicadas por um usuário do Facebook, o qual passou as informações sobre o fato.
Envolvido em várias polêmicas no decorrer de sua carreira, Moreno teria anunciado ainda no Hospital que estaria encerrando sua carreira após o ocorrido.
Ainda sem informações concretas sobre o episódio, vários comentários circulam acercam do caso, e um deles é de que não houve qualquer tipo de agressão entre o cantor e sua esposa, e sim que Moreno teria caído e se ferido em um vergalhão.

Escreve Gandu Noticias


Alunos da rede estadual se preparam para o 3º Encontro Estudantil Todos Pela Escola



Mais de 100 alunos da rede estadual iniciaram a preparação na noite de quinta-feira (23) para se apresentarem em sarau e festival de música durante o 3º Encontro Estudantil Todos Pela Escola, que começa oficialmente na próxima terça (28), às 9h. Os jovens, que participarão do projeto Tempos de Arte Literária (TAL) e do Festival Anual da Canção Estudantil (Face), foram recepcionados no Hotel Matiz, no bairro do Stiep, em Salvador, por professores e representantes da Secretaria de Educação do Estado da Bahia.
O estudantes passarão por treinamento de canto, performance vocal, expressão corporal, direção artística, além de oficina de teatro e poesia para a apresentação final de cada projeto. Nesta quinta, eles conheceram os professores que irão prepará-los para declamar seus textos e poesias, durante o 6º Sarau do TAL, e as apresentações musicais do dia 30, acompanhadas com banda para os finalistas do Face.
As atividades fazem parte da programação do encontro, que vai reunir cerca de 20 mil estudantes da rede pública de todo o estado entre os dias 28 e 30, na Arena Fonte Nova, e também inclui jogos estudantis, apresentação de trabalhos científicos, projetos artísticos de mais de 1.200 escolas, entre dança, canto, teatro, vídeos, artes visuais, entre outras. A abertura do Encontro acontece na próxima segunda-feira (28), às 19h, no Salão das Artes da Arena Fonte Nova, com participação do governador Jaques Wagner e do secretário estadual da Educação, Osvaldo Barreto. A edição deste ano vai homenagear o centenário de Dorival Caymmi. De acordo com a superintendente de Desenvolvimento da Educação Básica da Secretaria de Educação, Amélia Teresa Maraux, o evento reúne projetos que são resultado de um trabalho de diversas etapas realizadas o ano todo e seguem uma proposta pedagógica. "Essas iniciativas não tem só o papel de revelar os artistas, mas funcionam como reforço, atuando na melhor qualificação deles enquanto estudantes que são, e também como seres humanos que vêm aqui, trocam experiências e dizem, ao final de cada encontro, que saíram daqui pessoas diferentes".
Paralelas às manifestações artísticas, acontecem também competições dos Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp), incentivando a prática de esportes e a socialização por meio da atividade física. Os alunos irão disputar os títulos nas modalidades de futsal, judô, basquete, capoeira, handeibol e voleibol, além de participar de um festival de xadrez que acontece em paralelo às atividades.

SECOM - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahi

CPI da Petrobras poderá convocar Dilma e Aécio



Com a ausência do diretor da Petrobras, José Carlos Cosenza, na CPI mista que investiga as irregularidades envolvendo os negócios da estatal, os parlamentares sugeriram convocar Aécio Neves (PSDB) e Dilma Rousseff (PT).
Durante sessão da CPI dessa quarta-feira (22) que, teve características de campanha política, onde os vários lados trocavam acusações entre si, parlamentares do PT, através do deputado Afonso Florence, sugeriram a convocação de Aécio Neves (PSDB) para prestar depoimento.
Do outro lado, através do deputado pessedebista Izalci, o mesmo pedido foi feito na direção de Dilma Rousseff (PT). A discussão ocorreu depois do anúncio de que o presidente da Petrobras, José Carlos Cosenza, não iria comparecer na sessão da CPI.
O dirigente, que sucedeu Paulo Roberto Costa como diretor do Abastecimento da estatal, estava escalado para falar sobre as irregularidades envolvendo as acusações de corrupção nos negócios da Petrobras.


Escreve  o Globo

Lapp Group inaugura na Bahia sua primeira fábrica da América do Sul



O grupo alemão Lapp inaugurou nesta sexta-feira (24), às 10h, no Polo Industrial de Camaçari, município da Região Metropolitana de Salvador, sua primeira fábrica na América do Sul. Participaram do evento o secretário estadual da Indústria, Comércio e Mineração, James Correia, e os diretores da Lapp Group, Siegbert e Andrea Lapp.
Localizada na Via Parafuso, ao lado da Kimberly-Clark, da Alstom, e da fábrica do Grupo O Boticário, a unidade vai produzir fios e cabos industriais. Além da solenidade que marca a inauguração, o grupo escolheu a Bahia para realizar sua convenção internacional, com a participação de aproximadamente 60 executivos das Américas, Europa e Ásia.
Na construção da unidade baiana de um dos principais fornecedores mundiais de cabos e fios - com fábricas em 17 países -, foram investidos R$ 50 milhões, com a geração de 180 empregos diretos. A indústria ocupa área de mais de 30 mil metros quadrados e vai processar mil toneladas de cobre e 1.500 de produto acabado. Além da planta industrial, haverá o centro de distribuição.
A unidade baiana é a mais moderna planta industrial do grupo Lapp no mundo. “Não existe outra fábrica igual. Ela é muito avançada porque fabrica cabos e conectores ao mesmo tempo, na mesma linha de montagem. Podemos manufaturar qualquer cabo conforme a demanda do cliente”, explica Wolfgang Schulte, responsável pela construção da fábrica em Camaçari.


SECOM - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

TST obriga Casas Bahia a pagar R$ 5 mil a vendedor



A Quinta Turma do Tribunal Superior do Trabalho (TST) negou recurso da Casas Bahia, que buscava reduzir indenização por dano moral para um vendedor de Canoas (RS).
O vendedor era impedido de sentar durante toda a jornada de trabalho, sendo fiscalizado constantemente por gerentes que lhe advertiam se sentasse ou mesmo escorasse, de acordo com processo.
Testemunhas comprovaram os fatos, segundo o Juízo de Primeiro Grau, que considerou aviltante a conduta da empresa e aplicou indenização a o vendedor por dano moral, fixado em R$ 5 mil.
Trabalhador e empresa recorreram ao Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (RS). A Casas Bahia na tentativa de reduzir o valor, o vendedor de aumentá-la. O TRT também considerou que, pela prova testemunhal, ficou configurado ato ilícito a justificar o deferimento da reparação, mas manteve o valor fixado pelo primeiro grau. O desfecho não foi diferente no TST.



ASCOM Força Sindical

Ana Hickmann e Britto Jr. se recusam participar de amigo secreto da Record



Um amigo secreto entre os apresentadores da Rede Record acabou causando uma grande confusão entre as celebridades e o diretor Vildomar Batista, que vai comandar o especial.
De acordo com o site 'Notícias da TV', de Daniel Castro, Ana Hickmann e Britto Jr.se recusaram a participar desse especial alegando problemas de agenda, porém, por coincidência, ambos já tiveram problemas pessoais com o diretor, que no passado já trabalhou com eles.
Para evitar que os dois maiores apresentadores da Record não participassem do especial, o diretor artístico da emissora, Mafran Dutra, precisou interferir e agora tanto Britto quanto Ana confirmaram presença.
Britto e Vildomar não se dão bem há muito tempo. Ainda de acordo com o site, Britto chegou a pedir para que o diretor fosse demitido depois de uma grande briga com ele.
Ana Hickmann - até onde se sabe - também exigiu que o diretor não fosse colocado para trabalhar em projetos em que ela estivesse envolvida.
Esse amigo secreto irá ao ar dentro da programação de Natal da Record, que contará ainda com um outro especial, onde apresentadores participarão de quadros de outros programas, promovendo assim um rodízio de celebridades nas atrações.