Social Icons

Featured Posts

terça-feira, 22 de abril de 2014

Gandu – Câmara aprova por unanimidade contas da ex-prefeita Irismá


Nesta terça feira (22), a câmara de vereadores de Gandu, aprovou por unanimidade dos Edis presentes, as contas da ex-prefeita, Irismá Santos da Silva Souza (PCdoB), referentes ao exercício 2012.  Dos treze parlamentares que compõem a casa, apenas: José Antonio Jú (PMDB) e o Véi da Rádio (PTdoB), estavam ausentes.
O Vei da Rádio justificou a sua ausência, devido está acompanhando sua esposa no velório da avó da mesma. Já o peemedebista Jú, que recentemente “aderiu” ao governo, teve sua ausência justificada, pelo líder da sua bancada, onde segundo Emetério, Jú estava em viagem.
Os onze que compareceram e votaram a favor das contas da comunista foram: Uziel Barreto e Josuel da Bela Vista (PROS), Robério Marambaia (PRB), Junior Matos (SSD), Jai das Casas populares (PSDC), Gil Calheira (PSC), Adriano Costa, Ana Rita, Emetério Palma e Wendel Reis (PCdoB) e Juinior Umburanas (PTN). Sendo que Jai das Casas populares contrariou as diretrizes do seu partido, que em momento algum foi informado da sua decisão. Enquanto Junior Umburanas, que foi perseguido, tendo até mesmo seu local particular de trabalho invadido pela polícia, a mando de preposto do governo de Irismá, votou a favor, segundo ele, a pedidos de alguns amigos dele, que também são aliados da Doutora.
Vale salientar, que entre as irregularidades da gestão da ex-prefeita médica, está a não prestação de contas das verbas oriundas do governo federal, para unidades de saúde a exemplo do PSF do distrito de Água Preta (1ª foto), que foi demolido, não foi reconstruído e, até o presente momento continua funcionando em uma casa alugada.

esta foi a 1ª sessão do ano de 2014, onde o presidente Uziel Barreto, falou a mesma língua do líder do governo, vereador Emetério Palma. São os "mistérios da política. 





Gandu – Vereadores governistas teriam se reunido na fabrica do Prefeito antes da sessão


Antes de irem para o plenário da câmara, onde votariam nas contas da ex-prefeita Irismá Silva (PCdoB), sete dos oito vereadores que dão sustentação ao governo, reuniram-se na Ganflex,  Indústria de colchões e estofados, de “propriedade” do prefeito Ivo Peixoto (PCdoB). Segundo informações de nossos correspondentes, apenas o vereador Jai das Casas Populares, não atendeu ao chamado do chefe. Até mesmo o peemedebista José Antônio Jú, estava na fabrica até às 19 horas e, não compareceu a sessão por estratégia política e, não como justificou seu líder de bancada, Emetério da Palma Ferreira (PCdoB), que anunciou em plenário que Jú estaria viajando. Certo é que a doutora Irismá demonstrou que conta com excelentes articuladore$, tanto do lado do governo quanto na “oposição”.


Secretária de saúde de Gandu coloca cargo a disposição mais uma vez e, já teria pretensa candidata à vaga.


Pelos últimos acontecimentos, é publico e notório, como diria Luiz Fernando da Gandu FM, que a secretária de saúde, Rosangela Rodrigues, está realmente disposta a renunciar a pasta que ocupa no governo do prefeito Ivo Peixoto (PCdoB). Pela segunda vez consecutiva, o Alcaide hesita em aceitar. Segundo informações chegadas a nossa redação, quem poderá ocupar o lugar da atual secretária de saúde, caso seja exonerada oficialmente pelo gestor, será a irmã do vereador José Antônio Jú (PMDB), a senhora, Ana Maria Trindade que faz parte do quadro de funcionários efetivos e compõe o SINDSAÚDE.
Caso confirme os fatos, fechará de uma vez por todas o “pacote” de acordo para a compra definitiva do "passe" do peemedebista, que deve  ter interesses em elevar sua irmã ao cargo de 1º escalão do governo comunista, também deverá está empregando alguns dos seu cabos eleitorais, além das gordas vantagen$ pessoais.



Patamar de aprovação indica derrota para Dilma


A pesquisa Ibope divulgada semana passada, que mostrou a presidente Dilma Rousseff com 34% de aprovação (somados os que acham sua administração boa ou ótima) acende um sinal amarelo em sua campanha. A julgar pelo retrospecto de 104 eleições para governadores e presidente desde 1998 em que havia um candidato tentando a reeleição, analisadas pelo cientista político Alberto Carlos Almeida, Dilma hoje não se reelegeria. O estudo de Almeida mostra que, justamente quando teve 34% ou menos de avaliações de gestão ótima ou boa antes do pleito, nenhum candidato que tentou a reeleição, desde que ela foi instituída, foi bem-sucedido. Os que tinham aprovação de 46% ou mais, ao contrário, tiveram 100% de êxito.
Segundo Almeida, mesmo liderando as intenções de voto, com esse patamar de aprovação, Dilma Rousseff hoje não se reelegeria. O cientista político, no entanto, faz uma ressalva, citando os casos das reeleições de Fernando Henrique Cardoso, em 1998, e a de Luiz Inácio Lula da Silva, em 2006. Embora eles tivessem índices de aprovação abaixo de 46% em julho (os dois tinham 38%), ambos tiveram aumento nas avaliações positivas de seus governos às vésperas do pleito, e acabaram sendo reeleitos. É possível aumentar o desempenho de governo ótimo e bom no decorrer da campanha. A situação atual é de grande risco para a presidente Dilma, mas ela pode reverter o quadro. Se as eleições fossem hoje, a probabilidade maior seria a eleição de um candidato de oposição, diz Almeida. Para ele, eleitores que atualmente avaliam mal o governo Dilma estão declarando voto em branco, nulo, ou dizem ainda não saber em quem votar. Esses votos, provavelmente, irão para os candidatos de oposição. Devem migrar, principalmente para o Aécio, que é quem tem a base mais sólida — disse o cientista político, para quem a principal reclamação do eleitorado em relação ao governo Dilma vem da área econômica.
O professor Roberto Romano, da Unicamp, cita outro dado da pesquisa Ibope: embora a diferença seja de apenas um ponto percentual, pela primeira vez o percentual dos que não gostam da maneira de Dilma governar ultrapassou o dos que aprovam — a desaprovação aumentou de 43% para 48%, e a aprovação caiu de 51% para 47%. Há uma percepção de que Dilma está sendo tutelada (pelo ex-presidente Lula), e o envolvimento dela no caso de Pasadena deixou evidente que, como
ministra e presidente do conselho da Petrobras, ela falhou — afirma Romano.

O Globo.com




População de Gentio do Ouro tem Farmácia da Bahia e estrada restaurada


A partir desta quinta-feira (24), a população de Gentio do Ouro e municípios vizinhos, no Médio São Francisco, terá acesso a medicamentos e receberá um trecho de rodovia totalmente restaurado. O governador Jaques Wagner estará na cidade às 9h30 para entregar uma unidade da Farmácia da Bahia e 54 quilômetros da BR-330.
A restauração da BR-330, do entroncamento da BA 160 a Gentio do Ouro, também atende aos municípios de Xique-Xique, Barra, Itaguaçu da Bahia e Ipupiara, beneficiando cerca de 58 mil pessoas. O governo estadual investiu R$ 16,5 milhões, favorecendo o transporte de passageiros e a atividade econômica regional, baseada na pecuária e extração de minérios.
O programa Farmácia da Bahia foi criado para que a população de cidades com até 15 mil habitantes tenha acesso a medicamentos e insumos, em equipamentos públicos com almoxarifados climatizados e todas as características necessárias para atender bem. Em Gentio do Ouro, o investimento foi R$ 120 mil. Já existem unidades em funcionamento nos município de Salinas da Margarida, Ichú, Andaraí e Mucugê.


SECOM - Secretaria de Comunicação Social - Governo da Bahia

AGADEF Convida



Lideranças do PTN articulam apoio de vereadores de Entre Rios para Paulo Souto e Geddel Vieira Lima


O presidente do PTN da Bahia Maurício de Tude reuniu hoje no gabinete do deputado estadual João Carlos Bacelar (PTN) na Assembleia Legislativa, o presidente da Câmara de Vereadores de Entre Rios, vereador Paraíba e os vereadores Tota Rios, Raul Neto, Tárcio Almeida e Arnou Bonifácio, para tratar da situação do município. Na oportunidade, os vereadores anunciaram o apoio às candidaturas de Paulo Souto e Joaci Góes ao governo do Estado e de Geddel Vieira Lima ao Senado pelas Oposições. De acordo com Maurício de Tude, o apoio do grupo viabiliza as candidaturas oposicionistas nesse importante município do Litoral Norte e viabiliza a abertura de novas articulações política na região em apoio as candidaturas oposicionistas. “Entre Rios é uma importante cidade do Litoral Norte e é polo irradiador de importantes decisões políticas para outras cidades da região. Por isso essas adesões são tão importantes”, destacou o deputado João Carlos Bacelar.

Texto: Aloisio Araújo Jr.

Irmão de Marcelo Nilo teria se suicidado


Morreu na manhã desta terça-feira (22) o irmão do presidente da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), Marcelo Nilo (PDT). Segundo relatos dos vizinhos, Luís Nilo, caiu do nono andar do prédio em que morava, no bairro da Pituba, em Salvador. Luiz chegou a ser socorrido por uma equipe do SAMU, mas não resistiu, chegando a óbito.
De acordo com informações de vizinhos, o irmão de Nilo, Luis Nilo, teria se jogado por volta das 10h30 desta terça-feira (22). Ainda não há informações sobre o que realmente aconteceu.
Com informações da Gandu FM

Nota da Força Sindical sobre a prisão de Marco Prisco, que liderou a greve dos PMs em Salvador


A Força Sindical considera arbitrária a prisão de Marco Prisco, presidente da Associação dos Policiais e Bombeiros e Seus Familiares do Estado da Bahia, ocorrida no dia 18 após o fim da greve da PM baiana. Desde antes da greve, Prisco tentou negociar com o governo do Estado reivindicações justas da categoria, de reajuste salarial e gestão para a segurança pública, mas esbarrou na intransigência do Estado.
Sua prisão foi pedida pelo Ministério Público Federal sob alegação de crime político, num tempo em que a sociedade debate o golpe de 64, pede a abertura dos arquivos militares e Ditadura Nunca Mais.
A prisão de Prisco, que também é vereador, é uma preocupação em relação ao período dos jogos da Copa do Mundo. Manifestações de protesto poderão ser reprimidas fortemente, sob o manto da necessidade de manutenção da ordem pública.
A Força Sindical repudia a prisão de Prisco e pede sua soltura imediata.
São Paulo, 21 de abril de 2014
Miguel Torres

Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de SP, CNTM e Força Sindical.

Sindicato convoca paralisação de policiais federais para esta quarta-feira


A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) marcou para esta quarta-feira (23) uma paralisação de 24 horas, em protesto contra a atuação do petista José Eduardo Cardozo à frente do Ministério da Justiça. O dirigente lidera a pasta desde 2011 e é definido pelo órgão representativo da categoria como “o pior ministro de todos os tempos”. Em comunicado enviado à imprensa nesta terça-feira (22), o Sindicato da PF da Bahia (Sindipol) informa que convocou os trabalhadores a saírem em manifestação, com tinta vermelha nas mãos – que, segundo a entidade, representa o sangue das vítimas da violência no país – e narizes de palhaço. O local e horário do ato não foram divulgados. “Cardozo está incentivando a militarização da segurança pública brasileira, tornando-a ainda mais ineficiente e ultrapassada, indo na contramão dos planos criados pelo próprio PT, que têm ideais de desmilitarização, direitos humanos e modernização dos organismos policiais”, diz a nota emitida pelo Sindipol. Na última quinta (17), último dia da greve da Polícia Militar baiana, agentes federais organizaram um protesto em frente à sede da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), onde o ministro participava de reunião com o governador Jaques Wagner (PT). De acordo com a Fenapef, o auxiliar da presidente Dilma Rousseff (PT) “priorizou o controle político das investigações policiais, tornou a PF mais burocrática, e é omisso em relação às estatísticas de trabalhadores doentes”.

Bahia Noticias.